Termoterapia: O calor combatendo a dor

A terapia de calor também conhecida por termoterapia – é quando se faz uso de calor para o alívio de dores e para o bem-estar do corpo.

Existem vários métodos para se usar esta técnica e o tratamento é benéfico para pessoas que sofrem de artrite, lesões, algumas inflamações, rigidez muscular e artrite reumatoide.

Como funciona a Terapia Térmica?

O calor provoca a dilatação dos vasos sanguíneos, aumentando a circulação que facilita a eliminação de dióxido de carbono e a entrada de oxigênio e mais nutrientes nos tecidos, reduzindo dores nos músculos, articulações, melhora do movimento e aumento da flexibilidade dos seus músculos, ligamentos e tendões.

Por exemplo, a dilatação dos vasos e dos tecidos facilita a descida do sangue menstrual, que resulta na diminuição de cólicas, pois a rigidez muscular é amenizada, quando é aquecida.

Pessoas que sofrem das seguintes condições de saúde podem obter benefícios de terapias térmicas:

No caso de cefaleia crônica, a dor pode ser aliviada aplicando calor na região próxima do pescoço e parte superior dos músculos das costas – muitas pessoas usam almofadas com gel que são aquecidas no microondas, mas é necessário atenção especial para evitar o superaquecimento destes produtos para não causar lesões.

É importante observar quando se usa a terapia do calor, qual é a sensação sentida, pois se não se sentir bem, retire imediatamente o objeto que provoca o aquecimento. Consulte seu terapeuta para saber se o seu problema pode ser resolvido com a termoterapia.

Existem certas condições de saúde e problemas onde a terapia de calor não deve ser usada, pois a termoterapia só pioraria a situação ao invés de ajudar na cura.

Na dermatite – por exemplo – o aumento da circulação sanguínea provocaria aumento da dor nos tecidos lesados, então não aqueça essa área.

Se você tem hipertensão ou problemas cardíacos, consulte um especialista antes de aplicar qualquer tipo de terapia de calor, pois a vasodilatação poderia provocar o rompimento de algum vaso.

Em geral, o produto ou dispositivo utilizado para a terapia de calor não deve entrar em contato direto com seu corpo; o indicado é ter a proteção de uma toalha fina, porém há exceções, como é o casso da terapia das pedra quentes. Outro fator importante é que a termoterapia não deve ser aplicada por mais de 20 minutos.

Em situações de inchaço não é recomendado o tratamento com a terapia do calor. Em vez disso, prefira a terapia fria – criogenia.

Colaboração: Maria Rita Hurpia da Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *