Saúde e serviços sociais oferecidos no Facebook

Compartilhe


O Facebook esta cada vez mais engajado em oferecer serviços sociais, fortalecer campanhas de saúde e outros benefícios, virando uma peça-chave para uma nova missão da rede social direcionada à comunidade de usuários.

Para cadastro, junte-se a outros doadores de sangue no Facebook

Nathalie Gazzaneo – gerente de Políticas Públicas do Facebook – anunciou o lançado oficial do recurso para promover doações de sangue no Brasil.

Em parceria com o Ministério da Saúde, o internauta brasileiro agora tem um novo lugar para encontrar bancos de sangue que estão precisando de sua ajuda.

Com este serviço, os internautas poderão realizar registro como doadoras de sangue e serão notificadas quando existirem oportunidades de doação por perto.

O número oficial de cadastrados como doadores de sangue na estréia ultrapassou 3,6 milhões de brasileiros.

Vale lembrar que o Brasil, assim como diversos outros países, sofre com a escassez de sangue e os bancos precisam constantemente trazer doadores para manter o fornecimento necessários para as rede de saúde.

– Como funciona o centro de Doações de Sangue no Facebook

Organizações de saúde e bancos de sangue parceiros de algumas regiões do Brasil poderão criar eventos e postagens especiais para divulgar informações referentes às suas necessidades por doação de sangue.

O Facebook irá notificar automaticamente os doadores que escolherem ser notificados e que estiverem próximos para que possam ser realizada a coleta.
Esses doadores verão a solicitação e poderão entrar em contato diretamente com os bancos de sangue.

Os internautas poderão acessar a aba de Doações de Sangue no menu do Facebook em seu dispositivo móvel.

“Ao conscientizar as pessoas e informá-las sobre onde e quando doar, esperamos aumentar as doações e contribuir para estoques de sangue mais estáveis” – declara a assessoria de comunicação.

– Como indicar no Facebook que estou disposto a doar sangue?

Ao indicar que você está disposto a doar sangue, a informação fornecida não será compartilhada com bancos de sangue, hospitais e qualquer outra parte – incluindo seu grupo sanguíneo – a não ser que você decida compartilhar.

Mas considere compartilhar esta informação, assim o Facebook utiliza as informações para pedir doações de um grupo sanguíneo específico em casos de emergência.

Lembre-se de que você pode doar sangue independentemente do seu grupo sanguíneo ou mesmo se não souber seu grupo.
Você decide se deseja entrar em contato com um solicitante e qual informação deseja compartilhar.

– Como localizar solicitações de doação de sangue nas imediações

Se os serviços de localização do seu aplicativo Facebook estão ativados, essa informação é usada para determinar sua localização e notificá-lo sobre uma solicitação de doação de sangue.

Se os serviços de localização não estão ativados, o Facebook usa vários fatores para determinar se você está próximo ao solicitante, como a cidade listada no seu perfil e a cidade onde você está conectado à internet.

Por enquanto 28 grandes cidades pelo Brasil estão com a função em atividade, a rede social está trabalhando para expandir essa ferramenta para outros bancos de sangue, organizações de saúde e outras localidades.

Nesta fase inicial, o Facebook está vinculado com 6 grandes bancos de sangue das diferentes regiões do Brasil, que abastecem mais de 1.000 hospitais e organizações de saúde no país.

HemoCe (Ceará) na região Nordeste;
HemoPA (Pará) na região Norte;
HemoSC (Santa Catarina) no Sul;
Fundação Hemocentro de Brasília (Brasília), no Centro-Oeste;
HemoRio (Rio de Janeiro)
Pró-Sangue (São Paulo), na região Sudeste.

Segundo o Dr. Alfredo Mendrone Junior, diretor técnico-científico da Fundação Pró-Sangue de São Paulo, o Brasil sofre de uma diminuição nas doações em todos os estados e especialmente nas grandes cidades, seja pela falta de tempo ou pela dificuldade de deslocamento dos doadores.

“Temos ainda dificuldade em encontrar e chegar até essas pessoas. Uma iniciativa como essa ajuda a aproximar as duas partes; bancos de sangue e doadores”, afirma.

Esse recurso já está disponível no Facebook na Índia, em Bangladesh e no Paquistão, onde mais de 8 milhões de pessoas se registraram para serem doadoras de sangue.

– Facebook e serviços para a sociedade

É fato que quando há uma crise, as pessoas usam o Facebook para informar aos amigos e familiares que estão bem, para se informar e compartilhar sobre o que está acontecendo, e ainda para ajudar nos esforços de recuperação das comunidades afetadas.

Então, a rede social mais famosa do mundo lançou vários serviços e recursos que já estão ativados para utilização em momentos de crise.

O Facebook classifica como crise eventos da natureza (passagens de furacão, enchentes e terremotos), incêndios em larga escala, acidentes, explosões e ataques de terrorismo.

Batizado de “Resposta a crise” , o espaço unifica vários recursos e que permite informar seus amigos e familiares que você está bem, serviços de busca de ajuda e oferecer apoio.

Em caso de necessidade, a rede social dá mais um reforço para que as pessoas encontrem informação sobre determinado fato e o internauta pode acessar os destaques exibidos na página inicial do Facebook ou a partir de um botão no menu do aplicativo em dispositivos móveis.
No desktop, vai aparecer na página inicial do feed.

Cada situação de emergência ganhará uma página que centralizará as informações, incluindo noticias, posts públicos, fotos e videos.

O “Resposta a crise” será exibido no alto destas páginas se você estiver em uma área afetada pelo incidente.
Logo abaixo exibirá opções do Community Help – para ajudar pessoas nesta área a receberem ou contribuírem com comida, abrigo e transporte, por exemplo.

– Facebook possui ferramenta de prevenção do suicídio

O Doações de Sangue no Facebook não é o primeiro serviço destinado para ajudar o usuário, desde 2016 funciona em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV) a opção de alertas contra suicídios – o serviço está sempre em atualização para combater estes casos.

De acordo com a empresa, as novidades envolvem o uso da inteligência artificial para melhor detectar sinais de pensamentos suicidas em publicações e transmissões ao vivo em vários países do mundo, incluindo o Brasil.

Para entrar em ação, um usuário precisa fazer um alerta sobre uma mensagem publicada com um link do perfil do amigo e até capturas de tela do conteúdo.

Clique em “Denunciar conteúdo suicida

O internauta em depressão receberá uma mensagem automática avisando-o que foi detectado que ele talvez precise de ajuda, e oferece algumas opções para que ele possa distrair a mente, bem como oferece o telefone do Centro para contato.

É importante lembrar que depressão é uma doença séria, a possibilidade de evolução para um possível suicídio é real e quanto mais ferramentas de prevenção tivermos disponíveis, melhor para todos.

Todas as informações atualizadas em cada novidade você pode encontrar no link: Prevenção de suicídio

Além do Facebook, se você está passando por uma situação difícil, com depressão e precisa de ajuda, não hesite e ligar para o CVV, o número é: 188 – a ligação é gratuita e o CVV conta com um pessoal sempre pronto para auxiliar quem precisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *