Perguntas e Respostas sobre Shiatsu


O shiatsu é uma terapia física que apoia e fortalece a capacidade natural do corpo de curar e equilíbrio, trabalhando não apenas com o corpo físico, mas também com os aspectos psicológicos, emocionais e energias do paciente.

A técnica se originou da medicina tradicional chinesa e possui influências de terapias ocidentais mais recentes.
Embora a palavra shiatsu signifique “pressão dos dedos” em japonês, na prática, um profissional pode utilizar outras técnicas de contato de pressão e manipulações confortáveis para ajustar a estrutura física do corpo e equilibrar seu fluxo de energia.

É uma experiência profundamente relaxante e tratamentos regulares podem aliviar o estresse, colaborar no tratamento de doenças e manter a saúde e o bem-estar.

Aqui estão as respostas para as perguntas mais frequentes sobre o shiatsu:

– Eu tenho que estar doente para fazer Shiatsu?
Não. Você pode receber uma sessão de shiatsu somente para relaxar e desfrutar de um bom momento, não é necessário ter algum tipo de doença. Tratamentos regulares podem ajudar a manter o corpo em harmonia e contribuir em sua saúde.

– Posso receber Shiatsu se estiver tomando medicamentos?
Sim. Converse com o especialista que irá realizar o shiatsu sobre as suas necessidades e sobre como está sua saúde. Ele irá indicar o tratamento ideal para você!

– Estou grávida – ainda posso receber Shiatsu?
Sim. O shiatsu é seguro e benéfico durante e após a gravidez.

– O Shiatsu pode ajudar com condições contínuas ou incuráveis?
Sim. O shiatsu pode oferecer suporte e muitas vezes pode ajudar a moderar ou gerenciar sintomas, mesmo que o problema nunca tenha tendência para desaparecer.

– Tenho problemas de saúde e não consigo me deitar no chão, ainda posso fazer shiatsu?
Sim. É possível receber shiatsu em uma cadeira, deitado em um sofá de tratamento, em uma cadeira de rodas ou mesmo em uma cama de hospital.

– O que é Ki?
Na tradição oriental, o mundo é descrito em termos de energia.
Todas as coisas são consideradas manifestações de uma força universal vital, chamada ‘Ki’ em japonês ou ‘Qi’ em chinês.
O Ki flui por todo o corpo como um sistema de rios e canais. Fatores externos podem perturbar o fluxo suave de Ki, causando bloqueios/barreiras que por sua vez, podem levar a sintomas físicos, distúrbios psicológicos ou emocionais, ou simplesmente a uma sensação de que as coisas simplesmente não estão bem.

– O que são meridianos?
O Ki se move em todo o corpo, mas em determinados caminhos flui de forma mais concentrada, esses caminhos são conhecidos como meridianos.
Os meridianos formam um circuito contínuo de canais que permitem o fluxo de diferentes aspectos do Ki em todo o corpo. Cada meridiano recebe o nome de um órgão físico, por exemplo, o Meridiano do Coração, Meridiano do Pulmão e Meridiano da Bexiga.

Muitas vezes, um praticante de shiatsu verá que a energia ao longo de um ou mais meridianos é bloqueada, de forma que existe um excesso de energia em alguns pontos (manifestado como tensão, aperto ou plenitude) e um esgotamento nos outros (fraqueza ou vazio).
A maioria dos pontos de acupuntura residem nos meridianos, e os praticantes de shiatsu às vezes trabalham em pontos específicos pressionando ou segurando-os.
Os meridianos não se relacionam apenas com o órgão físico, mas abrangem toda uma extensão de significados baseados em determinadas funções.
Essas funções e associações de um meridiano são geralmente muito mais amplas que as do órgão que é chamado. Então, por exemplo, se seu praticante de shiatsu lhe disser depois de um tratamento que o Meridiano do Coração precisava de atenção, isso não implica que haja algo de errado com seu órgão cardíaco físico. Nos termos shiatsu, é muito mais provável que signifique que você precisa de apoio emocional.

– Como funciona o diagnóstico de Shiatsu?

O diagnóstico desempenha um papel central no shiatsu, mas é enquadrado em termos de medicina oriental (Ki, elementos, meridianos, etc.) em vez de fisiologia e patologia ocidental.
Um profissional de shiatsu pode informar que você tem, por exemplo, um desequilíbrio de energia da água ou um desequilíbrio energético da Terra, mas não que você tenha diabetes ou colesterol alto.

O diagnóstico de shiatsu é holístico em vez de analítico, levando em consideração uma ampla gama de pistas com base no que o cliente diz, observação de padrões de comportamento, aparência física e toque.

É comum iniciar uma sessão tocando a região abdominal; esta área – chamada Hara em japonês – é especialmente importante no diagnóstico de shiatsu porque é central, macia e relativamente desprotegida, de modo que desequilíbrios sutis muitas vezes se revelam mais facilmente neste local.

– Como funciona o tratamento com Shiatsu?

Com base no diagnóstico inicial e no feedback físico e visual adquirido durante a sessão, o profissional procurará melhorar os desequilíbrios de energia percebidos através da pressão sobre os meridianos, provavelmente em conjunto com outras técnicas, como alongamentos e rotações articulares.

Assim como acontece com o diagnóstico, o tratamento shiatsu é holístico, com o praticante trabalhando em todo o corpo em vez de se concentrar na área onde os sintomas são mais óbvios.
O shiatsu funciona melhor se o paciente estiver tão relaxado e confortável quanto possível, então o ideal é você fechar os olhos, relaxar os músculos (o praticante fará todo o trabalho se for necessário um movimento) e conversar somente quando necessário.
Fale com o profissional quando sentir algum desconforto ou tensão.

O Shiatsu é curativo?

O shiatsu ajuda a curar o que o shiatsu cura.
O objetivo nesta técnica é ajudar o processo de cura natural do corpo, incentivando a energia do paciente a se mover para um estado mais equilibrado.
O toque de um profissional pode permitir que cada um de nós entre em contato com nossas próprias habilidades para auto-cura.

– O Shiatsu possui efeito colateral?

Pela natureza do shiatsu, é quase impossível ter efeitos colaterais ou nocivos.
O objetivo é mudar a energia ao redor do corpo de forma a aliviar áreas de tensão e animar áreas fracas, uma ação em conjunto entre o profissional e o corpo do cliente.
Ocasionalmente, um paciente iniciante pode ter reações de cura após as primeiras sessões; isto ocorre quando as toxinas são liberadas durante o tratamento, neste caso pode acontecer sintomas como dor de cabeça, rigidez, estômago ou diarreia, vontade de urinar com freqüência ou letargia.

Os sintomas são transitórios e passam em breve – manter uma boa hidratação do corpo ajudará neste processo.

Os casos emocionais podem levar mais tempo para trabalhar, e, de fato, ao longo de vários tratamentos, padrões emocionais profundamente sentados ou memórias envolvendo emoções passadas podem ser descobertas.
Estes casos podem ter profundos efeitos na vida do paciente.

– O shiatsu é complementar ou alternativo?

O shiatsu é complementar à medicina ocidental tradicional, não uma alternativa a ela.
O tratamento será dado de acordo com o diagnóstico oriental, embora seja sempre importante que o diagnóstico ocidental moderno seja confirmado e também considerado.

– Preciso mudar meu estilo de vida?
Antes de tudo, o profissional que irá realizar o shiatsu respeitará seu estilo de vida.
O shiatsu é particularmente benéfico para pessoas com alto estresse associadas a agitação da vida moderna.
Um especialista poderá conversar e dar dicas e  maneiras onde você poderia ajustar a sua vida para obter mais benefícios – por exemplo, uma mudança na dieta ou mais exercícios.

– Posso integrar o shiatsu com autodesenvolvimento?
Uma característica única do shiatsu é que ele pode ser visto como autodesenvolvimento, bem como terapia.
Sendo cliente ou praticante, você aprende mais sobre o funcionamento do seu corpo e a intimidade da sua saúde física ligada a pensamentos e sentimentos. Através do tempo, você vai sentir os efeitos positivos,  se tornará mais sensível a mudanças sutis em si mesmo e instintivamente aprenderá a compensar desequilíbrios logo que se mostrem.

Muitas pessoas acham que o shiatsu combina bem com outras formas de autodesenvolvimento, como ioga ou meditação, e particularmente aqueles como o Aikido e Tai Chi que visam desenvolver a consciência da energia de Ki.

Leia também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *