Massagem terapêutica para tratamento de hipertensão

massagem-terapeutica-localizada

 

A pressão arterial elevada muitas vezes é chamada de “assassina silenciosa”, devido ao fato da maioria das pessoas descobrirem a hipertensão após acontecer um ataque cardíaco ou um acidente vascular.

Um em cada três adultos em países desenvolvidos tem hipertensão – somente nos Estados Unidos o número ultrapassou 50 milhões de adultos – de acordo com informações publicadas no Jornal Internacional de Medicina Preventiva.

Recentemente foram divulgadas informações sobre um ensaio clínico realizado pela Universidade de Ciências Médicas de Isfahan, no Irã, informando melhoras significativas quando existe alteração no estilo de vida e no uso de tratamentos não farmacológicos para a pré-hipertensão.

Dentro dos tratamentos não farmacológicos, terapias complementares e alternativas a mais popular foi a utilização de  massagens terapêuticas.

Estudos indicaram que a massagem é eficaz na redução da pressão sanguínea; as sessões de massagens foram programadas três vezes por semana, com duração de 10 a 15 minutos cada, utilizando uma loção não aromática na face, pescoço, ombros e parte superior do tórax dos pacientes.

Após 10 sessões, os resultados mostraram que tanto a pressão arterial sistólica, como a diastólica, foram reduzidas.

Os resultados deste estudo levaram a uma mudança na prática de atendimento ao paciente de modo a incluir a massagem como uma intervenção não farmacológica adequada para gerenciar pré-hipertensão.

 

Leia também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *