Alimentos indicados na dieta da medicina chinesa


Que tipos de alimentos a dieta da medicina chinesa recomenda?
Os alimentos são classificados em 5 sabores diferentes – doce, azedo, pungente, amargo e salgado.
O equilíbrio desses sabores de acordo com seu tipo de organismo fazem parte da terapia dietética chinesa.

Como já informamos na matéria anterior, a dieta chinesa é constituída do menu básico que você pode encontrar em restaurantes chineses; arroz cozido no vapor, legumes cozidos e pequenas quantidades de proteína animal ou feijão.

Confira em:

A Dieta da Medicina Tradicional Chinesa

LEGUMES
Você já notou como na comida chinesa os legumes cozidos estão sempre em destaque?
Vale também notar que uma variedade de cores e texturas criam uma combinação que é agradável aos olhos e ao paladar.
Os vegetais desempenham um papel importante na drenagem da umidade e estão repletos de nutrição vitalícia.
O sabor e a textura desempenham um papel importante na regulação do apetite.
Uma grande variedade garante saciedade, então você se sente cheio.
Cores variadas fornecem uma ampla gama de nutrientes e antioxidantes para promover a saúde e a longevidade.

Seu prato deve começar com uma grande quantidade de legumes levemente cozidos.
Uma boa orientação é preencher metade do seu prato com vegetais.

ARROZ
O arroz é um alimento muito comum em nossa dieta e é facilmente digerido; branco ou integral (considerado o mais nutritivo) pode ser consumido com vários outros acompanhamentos, então é de sua escolha optar por um prato saudável, criativo e nutritivo.
O arroz é um alimento “limpo” na medicina chinesa, que também drena suavemente a umidade do corpo.

PROTEÍNA
Pequenas quantidades de proteína animal ou feijão estão incluídas na dieta chinesa.
As proteínas animais podem ser difíceis de digerir, então é recomendável consumir com moderação.
Os feijões podem ser comidos mais frequentemente, pois absorvem a umidade e fornecem fibras e proteínas.
Sua escolha de proteína deve equilibrada com a quantidade de refeições que realiza durante o dia.

EXCLUIR ALIMENTOS FRIOS
Na dieta da medicina chinesa você não encontrará alimentos cru ou frios; isso inclui saladas e alimentos refrigerados, bebidas geladas e alimentos congelados.
Os alimentos frios e crus contribuem na formação de umidade por serem mais difíceis para o corpo processá-los.
Para que seu sistema digestivo extraia a essência dos alimentos, você deve garantir que o alimento esteja aproximadamente na temperatura corporal.
O aquecimento dos alimentos dentro do seu corpo afasta seus recursos energéticos, enfraquecendo seu sistema de energia ao longo do tempo.
Legumes levemente cozidos e grãos bem cozidos permitem que seu sistema digestivo comece imediatamente a extrair energia sem primeiro ter que aquecer os alimentos para a temperatura corporal.
Vale ressaltar que em alguns alimentos crus, como as saladas, podemos encontrar um pouco mais de enzimas e nutrientes.

LEITE
Observe que na dieta chinesa não está incluído nenhum tipo de queijo, manteiga ou qualquer derivado de leite.
Uma das razões é a tendência desses alimentos para criar umidade.
Mesmo que aquecido, a natureza energética dos laticínios é fria e dificulta a digestão.
A medicina chinesa considera que os produtos lácteos são um “alimento de construção”, apenas adequado para consumo por pessoas subnutridas.

CÁLCIO
Em uma cultura preocupada com o cálcio, fomos levados a acreditar que alimentos lácteos são a única fonte deste mineral muito importante em nossa construção óssea, mas não é um fato real.
Alimentos como amêndoas, salmão, folhas verdes e brócolis possuem uma taxa elevada de cálcio e outros minerais que são igualmente importantes na formação de ossos fortes.
A necessidade de cálcio do seu organismo será facilmente atendida comendo porções de vegetais e adicionando pequenas porções de salmão e amêndoas à sua dieta a cada semana.

AÇÚCAR
Os doces estão entre os principais culpados na formação de umidade em nosso corpo e são muito consumidos na dieta moderna.
O sabor adocicado dos alimentos é considerado nutritivo na terapia dietética chinesa.
Por doce, os chineses indicam alimentos naturalmente doces: arroz,  milho, batatas-doce, ervilha e beterraba – são alguns que trazem uma sensação de conforto e beneficia os órgãos digestivos.
Os doces concentrados, como o açúcar, prejudicam a capacidade do corpo de transformar alimentos em energia e de transportar os resíduos para eliminação.

ALIMENTOS SAZONAIS
Consumir alimentos sazonais são uma maneira de se reconectar com o ciclo da natureza onde vivemos.
Os alimentos sazonais também têm um conteúdo antioxidante muito maior do que os alimentos não sazonais.

Em uma época que estamos cada vez mais globalizados e conectados, temos acesso a produtos frescos de qualquer região do mundo e em qualquer época do ano; mas só porque algo está disponível para consumo não significa que seja necessariamente benéfico para sua saúde.

As desvantagens de viver em um período tecnologicamente avançado com práticas alimentares modernas revelaram-se entre nosso corpo na forma de um aumento do número de intolerâncias alimentares e alergias, níveis mais elevados de obesidade, doenças crônicas modernas como diabetes tipo 2 e muito mais.

ESPECIARIAS
A dieta milenar chinesa inclui especiarias bem conhecidas – como gengibre – e alimentos comuns – como a cevada perolada.
Todos os ingredientes de uma refeição são escolhidos por seu valor medicinal, por sua nutrição e sem esquecer de dar um toque especial de sabor na comida.
Os chineses descobriram há muito tempo que o gengibre ajuda na digestão e a cevada ajuda a drenar a umidade.
Escolher condimentos que incentivem a digestão adequadamente é fácil de seguir, acompanhe o blog do ITIO e saiba mais sobre ervas e especiarias.

DICAS

É importante:

  • Sente-se para comer
  • Mastigar bem a comida
  • Desligue a televisão, fique longe da mesa de trabalho
  • Escolha produtos orgânicos
  • Comer sazonalmenteAlimentos para evitar ou limitar
    • Laticínios
    • Bebidas frias
    • Alimentos processados
    • Farinha refinada, macarrão, pães
    • Alimentos crus/frios
    • Açúcar refinado e substitutos do açúcar
    • Café e bebidas alcoólicas
    • Alimentos fritos

    Alimentos para adicionar

    • Legumes orgânicos levemente cozidos
    • Arroz integral, cevada, centeio, aveia
    • Legumes, feijão, feijão adzuki, lentilhas
    • Pequenas quantidades de carne magra – aves, peixes e atum
    • Pequenas quantidades de frutas sazonais
    • Sementes de gergelim, sementes de abóbora, sementes de girassol
    • Algas marinhas
    • Chá verde, chá de jasmim, chá de folha de framboesa
    • Milho, aipo, agrião, nabo, abóbora, brotos de alfafa, cogumelos, rabanete, alcaparra

2 thoughts on “Alimentos indicados na dieta da medicina chinesa

  1. fui orientada pela minha medica a faze dieta chineza e agora lendo vim sabe q realmente tudo faz sentido sou pordadora de uma sindrome por nome bechet ela ataca nos muito os orgãos e faz feridas horriveis nas pernas agora
    com a dieta ja sinto melhoras é incrivel obrigada quando resolvia estuda sobre dieta chieza entendi quando a medica dizia sobre a humidada no corpo obrigada q sirva pra ajuda ouras pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *